Diferentes tipos de :depressão o mal do século

Classificação:
5/5
A depressão e uma doença perigosa psiquiátrica crônica e recorrente que pode ocorrer em qualquer momento da vida. e pode acontecer com qualquer pessoa..
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Saiba mais sobre diferentes tipos de depressão:Depressão o mal do século

A depressão, que já foi considerada apenas frescura, está agora no topo das doenças mais limitantes do mundo e afeta 350 milhões de pessoas.

Diferentes tipos de depressão o mal do século a depressão e uma doença sim veja alguns delas logo abaixo…como podemos vencer este mal .

O MAL DO SÉCULO : depressão

Conhecida por muitos como” o mal do século XXI”, a depressão já é considerada a mais que entende a doença no mundo pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 

   Como de acordo com dados dos quais ela própria, mais de 5% da população mundial sofre com o problema: 

há cerca de 350 milhões de pessoas deprimidas, das quais mais de 17 milhões São brasileiras

É uma doença, sim.
A depressão é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente, que pode ocorrer em qualquer momento da vida. 

 Como pode ser causada por vários factores externos, tais como situações de stress e circunstâncias sociais e econômicas adversas.

Além disso, a depressão pode estar relacionada a outros problemas clínicos, tais como demência, esquizofrenia e alcoolismo.

  Como visto popularmente com muitos preconceitos e, por vezes, visto como um estágio frio ou fácil de vencer,

 A doença é considerada um complexo por  especialistas e precisa de exames médicos frequentes para trata a doença.

Sintomas como falta de motivação, energia e prazer na realização de atividades tendem a preceder o fenômeno mais típico da depressão, que é profunda tristeza.

Ansiedade: considerada o mal do século:XXI

“O indivíduo começa a sentir-se cansado, refugiando-se cada vez mais na sua cama.

 Ele muitas vezes perde o emprego e deixa de cuidar da casa.

 Quando ele chega ao trabalho, a falta de atenção e concentração prejudica o desempenho do trabalho”, diz Vanessa Muller, neurologista.

Embora os sintomas se manifestem de forma diferente em cada paciente, o isolamento social é visível em quase todos os casos.

 “Há danos nas relações familiares.

A pessoa torna-se cada vez mais isolada e indiferente aos acontecimentos. Ele se sente culpado por não cumprir seus deveres, mas o sentido é que ele não tem energia”,

Depressão e ansiedade
Além da distância e do layout inclinado, a doença também pode afetar o apetite, causar distúrbios do sono,  mudar   habilidades psicomotoras

. “Notamos isso antes o paciente passa por uma fase de ansiedade interior”, diz a psicóloga Márcia Mathias.

Saiba mais sobre diferentes tipos de depressão e ansiedade.

Os diferentes tipos de depressão

A depressão pode ser dividida em vários tipos,

 que variam dependendo de sua característica principal  e manifestações. Conheça as diferenças

Embora os sintomas mais clássicos de depressão sejam tristeza, 

 e desânimo em situações que foram uma vez agradáveis,

 esta doença psicológica também se desenvolve de diferentes maneiras, dando origem a várias manifestações. “

“Talvez haja diferenças nos sintomas dependendo da faixa etária, mas não entre os sexos.

 O que muda é a forma como se manifestam”,

 explica o psiquiatra Ricardo flota.

 Pensando melhor, que tal conhecer as versões mais recorrentes da depressão?

Depressão sazonal como é ?

Acontece em um determinado momento ou na estação do ano e pode ser tanto inverno quanto no final do ano. 

Uma das explicações para este tipo de doença é manifestada devido à ausência da luz, que é muito comum no inverno.

Este fator aumenta a produção de melatonina, um hormônio que e relaxante e leva  a  sonolência. Em excesso, pode levar o indivíduo à depressão.

Uma mudança de comportamento influenciada pelas mudanças de estação é mais comum no hemisfério norte

 onde as estações estão bem definidas”, explica o Professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) José Alberto Del Porto.

A Depressão ligeira...

De uma forma simples, este tipo ocorre quando a pessoa não é reconhecida e tem menos energia para realizar suas atividades.

 No entanto, sua condição ainda não oferece um dano prático e socialização.

 Assim, o paciente pode seguir sua agenda e fazer todas as tarefas normalmente, 

mesmo que lhe falte o senso de prazer. 

Depressão ligeira também é? conhecida como distimia.

Depressão moderada como saber ?

Além da perda recorrente de energia da fase de luz, o dano funcional e social da pessoa já existe, embora não seja completamente incapacitante.

 “É considerada uma continuidade da distimia, que não é adequadamente tratada ou distimia que se torna crônica”, explica a psicóloga Sandra Monice.

Depressão:

Nesta versão, por sua vez, a pessoa perde completamente o interesse no trabalho e na vida em geral. 

A imagem é disfuncional, pode ser acompanhada por sintomas psicóticos, e há riscos significativos que a pessoa quer fazer suicídio.

 Tem origem orgânica, que é geralmente hereditária.

Esta é uma profunda tristeza que leva tempo para passar e se contentar com nenhuma razão óbvia.

 Um sentimento muito forte de culpa muitas vezes acompanha os sintomas, e quando a doença é instalada,

  tende a ser grave, o que leva a mudanças no seu dia a dia ,no sono com as atividades da vida diária, falta de ânimo falta a vontade de se alimentar , entre outros.

Depressiva Ansiedade e Tristeza...

É certo que se faça um tratamento com medicamentos que seu psiquiatra,irá passar juntamente com sessões de psicoterapia.

Depressão psicótica:

Às vezes a depressão pode ser acompanhada por alucinações e alucinações. Quando isso acontece, a doença é chamada de depressão psicótica.

 Os sintomas estão intimamente relacionados com a culpa e punição, e o paciente tende a interpretar as situações certas como danos pessoais.

Depressão atípica:
Mau humor, fadiga intensa, aumento da massa corporal e apetite são sintomas comuns.

 Esta doença a depressão é geralmente sofrida por pessoas com extrema sensibilidade, que têm a impressão de que eles são rejeitados por outros, e também é muito comum em distúrbios bipolares.

A Depressão pós-parto:

Logo após o nascimento da criança, a mulher, com este tipo de problema é atingido pela tristeza, que era para intensificar mais e mais, ao ponto de incapacidade para executar tarefas comuns do dia-a-dia e, até mesmo, cuidar de seu filho.

Isso pode acontecer devido a várias razões, mas principalmente porque o pós-parto é um período de desequilíbrio hormonal, 

porque durante a gravidez, o corpo feminino é submetido a altos níveis de estrogênio e progesterona, 

e, algumas horas após o parto, o nível desses hormônios diminui drasticamente.

A depressão e uma doença precisa ser vista e cuidada como se deve não e brincadeira vamos  dar o devido valor a cada questão e procurar pessoas e ajuda de especialistas no caso ….

Veja também

Deixe seu comentário