Às brincadeiras da minha infância e juventude

Classificação:
5/5
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
brincadeiras da minha infância

AS BRINCADEIRAS DA MINHA INFÂNCIA E JUVENTUDE

As brincadeiras da minha  minha infância e juventude  boas recordações eu lembro.
Onde agente brincava na rua com os amigos e não se preocupava com a violência.
Às brincadeiras eram muito boa onde agente podia extravasar a criatividade nas brincadeiras ,e todo mundo se conhecia na vizinhança era muito bom .

Hoje as crianças não brigam só ficam no mundo da internet no seu mundo virtual não tem mais aquela aproximação que agente tinha no passado

Ô quê tempo bom era o meu de criança,brincávamos de pula pula de amarelinha a brincadeira do elástico, corrida de saco as brincadeiras que marcaram muito a minha infância.,

BRINCADEIRAS DE MINHA INFÂNCIA

Queria voltar a ser criança, mais naquele tempo onde não havia tanta violência onde você podia brincar na rua sem se preocupar com mais nada era só diversão tempo bom era esse sim quando eu era criança .

Tempo bom as  brincadeiras de minha   infância

brincadeiras de minha infância

BRINCADEIRA PULA CORDA ,AMARELINHA...

Antigamente éramos mais felizes e não sabia agora nessa era da tecnologia as criança não interagem mais umas com as outras vivem todas no seu mundo virtual .Elas não sabem o que e bom de verdade…

As brincadeiras da minha infância tempo que não volta mais…

No meu tempo de criança,

 Minhas brincadeiras, se juntavam todas as crianças da rua e brincávamos de pular corda,

 de mata-mata essa brincadeira éramos em dois grupos separados por um risco no chão,

 e cada grupo no respectivo lugar atirava uma bola para o outro grupo e se acertasse a pessoa,

 e ela não segurasse a bola ela saia do jogo e assim agente brincavam na maior inocência

Todos sem aquela malícia de machucar,

 ou a rivalidade de ganhar o intuito era apenas de brincar,

 e se divertir era muito bom esse tempo ai que saudade desse tempo de criança

COMO ERA BOM SER CRIANÇA...

Às brincadeiras da minha infância  eram mais saudáveis.
Hoje em dia com a chegada da tecnologia os brinquedos

 que andam que falam,as bonecas que fazem xixi outras que come papinha as crianças não usam mais a criatividade.,

 

Para inventar brincadeiras pra compartilhar, com um coleguinha ou com seu irmão naquele tempo onde meninas e meninos.

 podiam brincar juntos sem os pais se preocupar, porque entre eles tinha inocência coisa boa e nosso tempo de criança, 

um tempo que hoje as criança não sabem que existia.

A brincadeira de pular cordas por exemplo onde pode ser com duas ou mais crianças brincando,

 quem viveu nessa época saber muito bem como essa brincadeira pode ser Boa e  muito prazerosa também

 

Hoje em dia as crianças são sedentárias porque não brincam não se exercitam só ficam na frente do computador ou da televisão vendo desenhos. Onde ater os desenhos de hoje são muito diferentes dos desenhos de antigamente eita saudades daquele tempo onde criança sabia ser criança.

Bolinha de gude uma brincadeira onde os meninos adoravam brincar tentando acertar os buracos feito no chão onde seria pra acertar e ganhar a partida brincadeiras que hoje agente não ver mais .

O momento de muitas brincadeiras e muito importante pra o desenvolvimento da criança faz ela crescer mais saudáveis ser mais amiga ser mais solidária com seu amigo e ajudar também a criança aprender a lidar com o sentimento de ganhar e perder

brincadeiras da minha infância
sem ficar com aquela raiva porque perdeu a momentos onde você ganha, e momentos onde você perde, e isso é muito importante pra criança desenvolver o seu potencial.

hoje em dia as crianças são tímidas retraídas e quietas tem vergonha de tudo algumas sofrem com problemas porque não aprendeu a viver entre as outras crianças porque elas não tiveram essa oportunidade de aprender brincando.

vamos tentar mudar isso com nossas crianças vamos ensinar-las a brincar como nós brincávamos, quando éramos crianças.

Veja também

Deixe seu comentário